Inicial - Notícias - Maio Amarelo tenta conscientizar sobre ‘epidemia’ de acidentes de trânsito

Maio Amarelo tenta conscientizar sobre ‘epidemia’ de acidentes de trânsito

No último feriado prolongado, no início de maio, referente ao Dia do Trabalhador, a Polícia Rodoviária Federal atendeu 109 acidentes nas estradas federais que cortam o Paraná. 120 pessoas ficaram feriadas, 11 morreram.

Ao longo dos cinco dias de operação, 92 motoristas foram flagrados sob efeito de bebidas alcoólicas, 589  realizaram ultrapassagens proibidas e 11.004 veículos  foram multados por abusar na velocidade. Em 50 carros, os policiais encontraram crianças sendo transportadas fora das cadeirinhas e assentos adequados.

Para tentar reduzir o número de acidentes, com base na conscientização, é que surgiu o “Maio Amarelo”.  A campanha passou a fazer parte do calendário oficial de eventos do Paraná após a aprovação na Assembleia Legislativa do projeto de lei do deputado Nereu Moura.

A proposta foi inspirada em um movimento internacional. A campanha traz  uma fita amarela como símbolo. A cor faz  alusão à sinalização de advertência.

“A sociedade tem de tratar esse tipo de acidente  como uma epidemia”, justifica Nereu Moura.