Inicial - Notícias - Após denúncia de Nereu Moura, governo anuncia encerramento de empresa que causou prejuízo milionário aos cofres públicos

Após denúncia de Nereu Moura, governo anuncia encerramento de empresa que causou prejuízo milionário aos cofres públicos

Nesta quarta-feira (30), durante prestação de contas na Assembleia Legislativa do Paraná, o novo secretário da Fazenda, José Luiz Bovo, declarou que o Governo do Paraná encerrará as atividades da Companhia de Securitização, que lesou os cofres públicos em mais de R$ 2 milhões.

O anúncio é feito após o deputado estadual Nereu Moura ter denunciado a situação. O parlamentar havia sugerido o fechamento da Companhia, ligada à Secretária da Fazenda, porque a PRSEC está inoperante, por decisão do Tribunal de Contas do Paraná. Os motivos? Desconformidade com a lei e falta de transparência.

Mesmo fora de operação, a Estatal, com sede no prédio da SEFA, em Curitiba, tem causado prejuízos.

Do total “desperdiçado”,  grande parte foi para pagar os salários da diretoria e demais funcionários, entre eles o ex- secretário da Fazenda, Mauro Ricardo Costa,  sócio do Estado na PRSEC.

“Um absurdo o Governo Estadual jogar pelo ralo tanto dinheiro. Por que não se deram conta antes de que a PRSEC está causando prejuízo aos cofres públicos? Creio que “esqueceram” de fazer essa análise porque esse Governo apenas se preocupa em lesar o povo, aumentando impostos, e o funcionalismo, ao não pagar reposição da inflação”, dispara o deputado estadual Nereu Moura.

A afronta não para por aí. Depois de dois anos de prejuízo, a Paraná Securitização chegou a votar reajuste de 16,7% no montante de remuneração da diretoria da Estatal, mais que a inflação.

Em requerimento endereçado ao TCE, no fim de 2017, o deputado Nereu Moura indagou  por qual a motivo a Companhia permanecia distribuindo dinheiro público aos diretores,   mesmo com parecer prévio do Tribunal determinando a cessão dos trabalhos.

“O anúncio do encerramento mostra como é importante fiscalizar cada passo do Executivo, protestar, buscar mudanças. Esse é o meu trabalho”, finalizou Nereu Moura.